Menu fechado

Pilates nas Lesões Musculares

Pilates nas Lesões Musculares

Nesse texto falaremos sobre o Pilates nas lesões musculares , como uma das técnicas de tratamento, além disso, falaremos da fisiopatologia, classificação da lesão e outros tratamentos.

Dentre as lesões musculares no âmbito esportivo estão principalmente a lesão de isquiotibiais. Um estudo realizado por Elkstrand e colaboradores, demonstrou que essas lesões correspondem a 37% de todas as lesões no futebol e que 27% dos jogadores se afastam de suas atividades pela limitação que isso causa.

Outro estudo apresenta recidiva dessa lesão no prazo de duas semanas pós a ocorrência da primeira lesão. Sendo muito comum a reelesão (recidiva) quando este retorna ao esporte.

Classificação das Lesões Musculares

As lesões musculares são classificadas conforme sua característica morfológica e histoquímica que leva a um défcit de função ao membro acometido.

Podemos dizer que, no esporte temos dois tipos de lesão: Contusão Muscular e o Estiramento Muscular.

A mais frequente de todas é o estiramento muscular, sendo classificada em 3 graus:

Estiramento Muscular Grau I

Ocorre ruptura estrutural mínima e o retorno ao esporte e as atividades são rápidas.

Estiramento Muscular Grau II

Existe ruptura parcial das fibras musculares, pequeno desarranjo das fibras, dor e alguma perda de função.

Estiramento Muscular Grau III

Ocorre ruptura total do tecido, retração da musculatura e incapacidade funcional.

Outra forma de Lesão Muscular é a Contusão – Caracterizada pelo trauma direto no tecido, comumente os mais atingidos nos esportes de contato são: Quadríceps e Isquiotibiais, um exemplo é o famoso tostão na coxa ou Paulistinha como também é conhecido.

Tem como característica dores, edema, rigidez do músculo afetado e restrição da amplitude de movimento.

Mecanismo da Lesão Muscular

Estudos apontam que a fase de desaceleração do movimento, a fase excêntrica é o principal ponto onde ocorre essas lesões.

Heiderscheit e colaboradores apontam que os isquiotibiais, durante a fase de balanço terminal da corrida, absorvem a desaceleração do avanço do membro e consequentemente a preparação para o contato inicial do calcâneo ao solo.

Nessa fase o músculo encontra-se mais susceptível a lesão e que o bíceps femoral é o mais acometido em relação ao semimebranoso e semitendinoso.

Outro movimento que causa as lesões é o famoso chute, que combina alta potência e extrema amplitude de flexão do quadril e extensão do joelho, também encontrado em bailarinos e atletas de corrida com barreira.

Fatore de Risco da Lesão Muscular

Existe duas classificações, fatores modificaveis e não modificaveis:

Modificaveis

  • Desiquilíbrios musculares (relação entre força de agonista e antagonista);
  • Fadiga muscular (a maior taxa de lesão no esporte ocorre próximo a final da temporada);
  • Déficit de Flexibilidade (existe controvérsia na literatura, mas é importante observar esse fator).

Não Modificaveis

  • Há um consenso na literatura que o fator de maior destaque é o histórico do atleta de lesões prévias dos isquiotibiais, causando muita recidiva de lesão.

Fisiopatologia das Lesões Musculares

É importante frisar que essa fase deve ser respeitada para uma recuperação plena, se faz muito importante a ciência por parte de médicos, fisioterapeutas e educadores físicos que se depararem com essas lesões.

Classificação de Jarvinen e colaboradores, descrevem as seguintes fases da cicatrização das lesões.

  • Fase 1 – destruição (Inflamatória) – caracterizada por rupturas e necrose das fibras, formação de hematomas, e principalmente proliferação de células inflamatórias, ocorre cerca de 3 a 7 dias;
  • Fase 2 – reparação –  caracterizada pela fagocitose ou seja, retirada daquele tecido necrosado (morto), regeneração das fibras e produção de tecido cicatricial e a neoformação vascular e neural, ocorre cerca de 5 a 21 dias;
  • Fase 3 – Modelação – período que ocorre reorganização das fibras, maturação das fibras regeneradas, melhora da contratilidade e capacidade funcional das fibras.

Pilates nas Lesões Musculares e Outros Métodos

Várias são as condutas empregadas, desde a crioterapia, ultrassom, laser de baixa potencia, terapias manuais, cinesioterapia, pilates, dentre outras terapias.

O Pilates se emprega muito bem, após a fase aguda da lesão e principalmente antes da lesão ocorrer, de forma preventiva. O método se mostra eficaz principalmente no reequilíbrio muscular e flexibilidade muscular dois fatores mencionado no texto como fatores de risco modificáveis.

Portanto, especialize-se em Pilates e utilize-se desse método aliado a outras terapias na reabilitação dessas patologias e muitas outras quê, também são mencionadas em nossos cursos, tais como: síndrome do impacto, lesões de coluna, herniações, listeses, hipercifoses e lordóticas, lesões de manguito e muito mais…

Acesse aqui para saber novas datas do Curso de Pilates Completo.

Bibliografia

Ekstrand J. Hagglund M. Waldén M. Epidemiology of muscle injuries in professional football (soccer). AM J. Sports Med. 2011;39(6):1226-32; Pilates nas Lesões Musculares

Heidscheit BC, Sherry MA, Silder A, Chumanov ES, Thelen DG. Hamstring strain injuries: recomendations for diagnosis, rehabilitation, and injury prevention. J Orthop Sports Phys Ther. 2010;40(2):67-81; Pilates nas Lesões Musculares

Ueblacker P, Muller-Wohlfahrt HW. Epidemiological and clinical outcome comparision of indirect strain versus contusion anterior and posterior thigh muscle injuries in male elite football player:UEFA Elite League Study of 2287 thigh injuries (2001-2003). BR J. Sports Med. 2015;49(22):1461-5.

Artigo escrito por:

Escrito por:

Camilo Barbosa Junior Crefito3 150302-F
Professor de Cursos de Pilates e Ortopedia – The Pilates Fisio Fitness, Fisioterapeuta Esportivo da HWT Sports, Especialista em Fisiologia do Exercício, Especialista em Reabilitação Aplicada ao Esporte (Unifesp), Especialista em Pilates, Pós-graduando em Formação Docente no Ensino Superior.

Contatos: Tel:11.96781-1979 (whats), contato@thepilatesfisiofitness.com.br/ blogpilates@thepilatesfisiofitness.com.br https://www.facebook.com/junior.fisio.39

Deseja realizar seu curso de Pilates Completo, acesse nosso site e saiba mais.

Site
Youtube

Facebook

Instagram