Menu fechado

Pilates e Propriocepção na Recuperação de Lesões

Todos já sabem ou deveriam saber a importância de uma atividade que possa aliar vários aspectos na hora da reabilitação e o Pilates e propriocepção na recuperação de lesões talvez sejam primordiais para seu paciente/atleta.

Uma lesão na articulação pode causar alterações diretas ou indiretas na informação sensorial mantida pelos mecanorreceptores. Um trauma direto pode causar lesões ligamentares e capsulares, o que poderá romper fibras nervosas menos resistentes e diminuir a propriocepção.

Mas o que é essa abençoada da tal Propriocepção?

A propriocepção é descrita como sendo a consciência da postura, do movimento e das mudanças
do equilíbrio, que diferenciam a posição, o peso e a resistência dos objetos em relação ao corpo.

Estudos realizados na cápsula articular possibilitaram a descoberta de quatro tipos diferentes de
terminações nervosas: Corpúsculos de Ruffini, receptores de Golgi, corpúsculos de Pacini e terminações nervosas livres, que são sensíveis a diferentes tipos de movimentação.

Porém, em outras pesquisas, foram descobertos outros receptores profundos como: fusos musculares,
órgão tendinoso de Golgi e os receptores de pressão e de dor.

Outro grupo capaz de determinar o sentido proprioceptivo é representado pelos receptores cutâneos. Eles são classificados em mecanorreceptores (que respondem a deformação mecânica), termorreceptores (sensíveis à alteração de temperatura) e nociceptores (respondem aos estímulos nocivos e resultam na percepção da dor).

A propriocepção se dá em dois níveis: consciente (voluntária) e inconsciente (reflexa). O nível consciente
habilita a articulação em atividades esportivas, tarefas profissionais e atividades de vida diária (AVD’s), já o nível inconsciente modula a função do músculo e inicia, por meio de receptores musculares, a estabilização reflexa das articulações que partem dos mecanorreceptores e atingem a medula espinhal, regulando a ação reflexa muscular, sendo utilizado pelo SNC para regular a atividade muscular por meio do arco reflexo e de vários outros centros envolvidos na atividade motora.

Por meio de treinamento, pode ocorrer a melhora dessa capacidade, porém a ocorrência de lesões, imobilizações, fadiga, hemartrose e edema podem diminuí-la, visto quê, devido à compressão que estes sofrem por edema, hemartrose ou por falta de estímulo devido á imobilização prolongada, e também devido a exercícios realizado em excesso, causando a fadiga muscular, aumentando dessa forma as chances de lesões ortopédicas, como lesão ligamentar no joelho, entorse de tornozelo e instabilidades
no ombro, o que comprova a importância dos exercícios proprioceptivos na reabilitação fisioterapêutica.

No entanto, esta modalidade também é imprescindível na prevenção de lesões, visto que, por meio das estruturas que a compõem, são gerados impulsos ao Sistema Nervoso Central (SNC), que informam sobre as deformações ocorridas na articulação quando o movimento é realizado.

Eils et al. estudaram os benefícios de um programa de exercícios proprioceptivos em indivíduos
com instabilidade crônica do tornozelo, comparando com 20 sujeitos que participaram de exercícios
fisioterapêuticos e 10 sujeitos do grupo controle.

Ele realizou três testes: o senso de posição articular, do controle postural e do tempo de reação muscular. Os resultados dessa pesquisa mostraram melhora significante no grupo de exercícios, tanto no senso de posição articular e desequilíbrio postural quanto mudanças significantes no tempo de reação muscular.

Outra pesquisa que cita a influência do controle postural na propriocepção, foi realizada por Feipel et al., que estudou 21 sujeitos com dores na coluna lombar. Estes foram avaliados por um eletrogoniômetro
3D, que continha uma plataforma em que proporcionava desequilíbrio durante 30 segundos com os sujeitos sentados. Eles eram instruídos a manter o equilíbrio do tronco após essa oscilação. Os resultados obtidos foram um maior desequilíbrio lateral do que em direção antero-posterior.

Enfim, temos infinitos artigos comprovando a importância da Propriocepção na reabilitação e prevenção de lesões e no Pilates podemos aliar ambos, promovendo o Pilates e propriocepção na reabilitação e prevenção de lesões.

Abaixo deixarei alguns exercícios e um link com alguns exercícios proprioceptivos realizados em nossa clinica para reabilitação e prevenção de lesões em jovens atletas de Futebol e Tenis.

Antes de ir ao vídeo, gostaria de convidá-lo a conhecer nosso curso de Pilates na Prevenção e Reabilitação de Coluna e Ombro, onde tudo que aprendemos aqui e muito mais está presente SABER MAIS 

Nesse curso aliamos todo nosso conhecimento e expertise na reabilitação de atletas profissionais e amadores ao longo de 10 anos

Segue o vídeo de Pilates e Propriocepção na Reabilitação e Prevenção de jovens atletas conforme prometido

 

Referências

1. ANDREWS, James; HARRELSON, Garry; WILK, Kevin. Reabilitação Física das Lesões Desportivas. 2. ed. RJ: Guanabara Koogan S. A, 2000.

2. BONFIM, Thátia R.; PACCOLA, Cleber A. J.; BARELA, José A. Proprioceptive and Behavior Impairments in Individuais with Anterior Cruciate Ligament Reconstructed Knees. Arch Phys Med Rehabil, 84:1217-23, 2003.

3. COHEN, Moisés; ABDALLA, René. Lesões nos Esportes: Diagnóstico, Prevenção e Tratamento. RJ: Revinter, 2003.

4. DÂNGELO J.G; FATTINI C.A. – Anatomia Humana Sistêmica e Segmentar. 2.ed. São Paulo: Atheneu, 2000.

5. DESHP ANDE, Nandini; CONELL Y, Denise M.; CULHAN, EIsie G.; COSTIGAN, Patrick A. Reliability and Validity of Ankle Proprioceptive Measures. Arch Phys Med Rehabil, 84:883-9, 2003.

6. EDMONDS, Gillian; KIRKLEY, Alexandra; BIRMINGAHAM, Trevor B.; FOWLER, Peter 1. The effect of early arthroscopic stabilization compared to nonsurgical treatment on proprioception afier primary traumatic anterior dislocation of the shoulder. Knee Surgery, Sports Traumatology, Arthroscopy, 2003.

7. EILS, Eric; ROSEMBAUM, Dieter. A mult-station proprioceptive exercise in patients with ankIe instability. Medicine & Science in Sports & Exercise, 12:1991-8, 2001.

 

Escrito por:

Camilo Barbosa Junior Crefito3 150302-F
Professor de Cursos de Pilates e Ortopedia – Pilates Fisio Fitness, Fisioterapeuta Esportivo da HWT Sports, Especialista em Fisiologia do Exercício, Especialista em Reabilitação Aplicada ao Esporte (Unifesp), Especialista em Pilates, Pós-graduando em Formação Docente no Ensino Superior. Pilates e Entorse de Tornozelo

Contatos pessoais: 11 967811979 (whatsapp), Instagram e Facebook

Deseja realizar seu curso de Pilates Completo, acesse nosso site e saiba mais.

Site
Youtube

Facebook

Instagram