Menu fechado

Importância do Pilates na Cadeia Posterior em Atletas de Futebol

As lesões de Isquiotibiais são muitos comuns no futebol profissional e amador e por isso vamos falar da importância do Pilates na Cadeia Posterior em Atletas de Futebol e como mensurar e medí-lo.

sabendo então que a lesão dos isquiotibiais é uma das mais comuns entre os esportes que incluem sprints ou desaceleração súbita da perna, como nos golpes de futebol, já que esse músculo age excentricamente para deter essa aceleração.

No caso do futebol, observou-se que as lesões dos isquiotibiais representam até 37% das lesões musculares (Ekstrand, Hägglund, & Waldén, 2011). Portanto, determinar os fatores de risco associados a lesões de isquiotibiais  será essencial para traçar possíveis estratégias preventivas.

Um dos fatores associados a um risco aumentado de lesão é apresentar baixos níveis de força ou desequilíbrios musculares significativos (por exemplo, força de extensão muito maior do que a de flexão do joelho).

De fato, observa-se que a maior incidência de lesões isquiotibiais ocorre durante a segunda parte das partidas, quando a musculatura está mais fatigada e pode produzir níveis mais baixos de força. Portanto, é conveniente avaliar a força isquiotibial de atletas continuamente durante toda a temporada após os jogos para saber quais atletas acumulam níveis mais altos de fadiga e/ou dano muscular residual, o que poderia levar a um risco aumentado de lesão.

Embora tradicionalmente o método mais preciso para avaliar a força do músculo isquiotibial tenha sido através do uso de dinamômetros, um teste muito prático de força isométrica da cadeia posterior ganhou popularidade nos últimos anos, popularmente conhecido como o teste de McCall, autor do primeiro estudo de validação deste teste (McCall et al., 2015).

Nesse teste, o atleta encontra-se em decúbito dorsal e coloca o calcanhar sobre uma plataforma de força (que pode ser colocada alta, posicionando o joelho com maior grau de flexão, ou mais próximo ao chão, com o joelho menos fletido). A partir desta posição, o atleta realizará uma contração isométrica máxima tentando estender o quadril e flexionar o joelho, ou seja, ativando a cadeia posterior, sem levantar o quadril do chão.

O teste McCall é usado regularmente no FC Barcelona, porque, como diz Gerard Carmona, membro da Área de Performance do clube, “é um teste muito simples, mas fornece informações relevantes sobre a fadiga após a partida de futebol”.

Esse teste mostrou-se confiável e sensível à mudança, sendo capaz de identificar, por exemplo, as diminuições de força que ocorrem agudamente após um jogo de futebol, que é, de fato, o momento em que o risco de lesão é maior (McCall et al., 2015).

Além disso, corroborando a relevância deste teste, observou-se que níveis mais baixos de força isométrica da musculatura isquiotibial estão associados a um aumento do risco de lesão nessa área, especialmente quando já houve uma lesão prévia (De Vos et al., 2014).

É importante notar que, embora a maneira mais precisa de avaliar a força seja através do uso de plataformas de força, na versão original deste importante teste (Schache, Crossley, Macindoe, Fahrner, & Pandy, 2011) era proposta a medição da força colocando um esfigmomanômetro abaixo do calcanhar, o que permite que este teste seja realizado mesmo quando os recursos materiais são mínimos.

Por outro lado, embora o teste seja validado para ser realizado tanto com o joelho a 90º quanto a 30º (sendo 0º a extensão total), um estudo recente observou que, com menor grau de flexão do joelho (30º vs 90º), uma maior ativação da cadeia posterior é observada, possivelmente devido ao fato de que a musculatura dos isquiotibiais é mais alongada(Read, Turner, Clarke, Applebee, & Hughes, 2019).

De fato, durante o jogo há picos de força maiores nessa musculatura quando o joelho está mais estendido (por exemplo, nas últimas fases do movimento durante um chute na bola). Portanto, pode ser mais aconselhável realizar o teste com menos flexão do joelho, por exemplo, colocando a plataforma de forças no chão, como é feito no FC Barcelona.

Para trabalhar fortalecimento e prevenção vamos recomendar o Pilates, o principal método para trabalhar prevenção e reequilíbrio muscular.

Abaixo segue algumas figuras de exercícios para serem realizados principalmente para preventivo

Referências

Barça Innovation Hub

De Vos, R. J., Reurink, G., Goudswaard, G. J., Moen, M. H., Weir, A., e Tol, J. L. (2014). Clinical findings just after return to play predict hamstring re-injury, but baseline MRI findings do not. British journal of sports medicine48(18), 1377–1384. https://doi.org/10.1136/bjsports-2014-093737

Ekstrand, J., Hägglund, M., e Waldén, M. (2011). Epidemiology of muscle injuries in professional football (soccer). American Journal of Sports Medicine39(6), 1226–1232. https://doi.org/10.1177/0363546510395879

McCall, A., Nedelec, M., Carling, C., Le Gall, F., Berthoin, S., e Dupont, G. (2015). Reliability and sensitivity of a simple isometric posterior lower limb muscle test in professional football players. Journal of Sports Sciences33(12), 1298–1304. https://doi.org/10.1080/02640414.2015.1022579

Read, P. J., Turner, A. N., Clarke, R., Applebee, S., e Hughes, J. (2019). Knee Angle Affects Posterior Chain Muscle Activation During an Isometric Test Used in Soccer Players. Sports7(1), 13. https://doi.org/10.3390/sports7010013

Schache, A. G., Crossley, K. M., Macindoe, I. G., Fahrner, B. B., e Pandy, M. G. (2011). Can a clinical test of hamstring strength identify football players at risk of hamstring strain? Knee Surgery, Sports Traumatology, Arthroscopy19(1), 38–41. https://doi.org/10.1007/s00167-010-1221-2

 

Escrito por:

Camilo Barbosa Junior Crefito3 150302-F
Professor de Cursos de Pilates e Ortopedia – Pilates Fisio Fitness, Fisioterapeuta Esportivo da HWT Sports, Especialista em Fisiologia do Exercício, Especialista em Reabilitação Aplicada ao Esporte (Unifesp), Especialista em Pilates, Pós-graduando em Formação Docente no Ensino Superior. Pilates e Entorse de Tornozelo

Contatos pessoais: 11 967811979 (whatsapp), Instagram e Facebook

Deseja realizar seu curso de Pilates Completo, acesse nosso site e saiba mais.

Site
Youtube

Facebook

Instagram